Bem estar

Tendinite nos tornozelos: Prevenção e cuidados essenciais.

A tendinite nos tornozelos é uma condição inflamatória que afeta os tendões que conectam os músculos aos ossos na região do tornozelo. Essa condição pode ser extremamente dolorosa e limitar significativamente a capacidade de movimentação da pessoa afetada.

Os tendões são estruturas fibrosas responsáveis por transmitir a força gerada pelos músculos para os ossos, permitindo os movimentos articulares.

Esta condição é mais comum em atletas e em pessoas que praticam atividades físicas de alto impacto, mas também pode afetar indivíduos que estão envolvidos em atividades que exigem repetição constante de movimentos no tornozelo, como atletas ou trabalhadores que passam longos períodos em pé.

Sintoma da Tendinite nos tornozelos

  • Os sintomas da tendinite nos tornozelos podem variar em gravidade e podem incluir:

Dor: A dor é o sintoma mais comum da tendinite no tornozelo. Essa dor pode variar em intensidade, desde um desconforto leve até uma dor aguda e intensa. A dor tende a piorar com a realização de atividades físicas que envolvam o uso do tornozelo, como caminhar, correr ou saltar. O desconforto também pode persistir após a atividade física, podendo ser sentido mesmo em repouso.

Inchaço: O inchaço é uma resposta natural do corpo à inflamação dos tendões no tornozelo. A área afetada pode ficar inchada, e a pele ao redor do tornozelo pode ficar avermelhada devido ao aumento do fluxo sanguíneo. Esse inchaço pode ser visível e pode ser acompanhado de sensação de calor na região.

Rigidez: A rigidez no tornozelo é um sintoma que pode dificultar a movimentação normal da articulação. A pessoa pode sentir que o tornozelo está “travado” ou que há dificuldade em movimentá-lo livremente. Essa rigidez pode piorar pela manhã ou após longos períodos de repouso.

Sensibilidade: O tornozelo afetado pela tendinite pode ficar sensível ao toque. A pressão direta ou mesmo o leve contato com a região inflamada podem provocar desconforto ou até mesmo dor adicional.

Ruídos: Em alguns casos, durante os movimentos do tornozelo, pode ser possível ouvir ruídos como estalos ou crepitação. Esses sons podem ser consequência do atrito entre os tendões inflamados e outras estruturas próximas, como o osso.

 Causas fundamentais de Tendinite nos tornozelos

Lesões: Traumas no tornozelo, como entorses (distensões ligamentares) ou torções (rotação excessiva da articulação), podem danificar os tendões da região.

Isso pode ocorrer devido a quedas, acidentes ou movimentos bruscos que sobrecarregam a estrutura dos tendões, resultando em inflamação e dor.

Má postura ou biomecânica inadequada: A forma como utilizamos o tornozelo durante atividades físicas ou no dia a dia pode desempenhar um papel importante no desenvolvimento da tendinite.

Uma biomecânica inadequada ou má postura pode causar desequilíbrios musculares e sobrecarregar os tendões, aumentando o risco de inflamação.

Idade: Com o envelhecimento, os tendões tendem a perder um pouco de sua elasticidade e resistência natural, tornando-se mais propensos a lesões e inflamações.

Portanto, a tendinite pode ser mais comum em pessoas mais velhas devido ao enfraquecimento gradual dos tendões.

Além dessas causas, outras fatores podem contribuir para o desenvolvimento da tendinite nos tornozelos, como o uso de calçados inadequados, excesso de peso corporal, falta de alongamento antes da prática de exercícios, e realizar atividades repetitivas sem descanso adequado.

É essencial adotar medidas preventivas, como o fortalecimento dos músculos ao redor do tornozelo, o uso de calçados adequados e a prática de exercícios com técnica correta, a fim de reduzir o risco de tendinite e outras lesões relacionadas aos tornozelos.

Tratamento de Tendinite nos tornozelos

O tratamento para a tendinite nos tornozelos pode variar de acordo com a gravidade da condição, mas geralmente inclui:

Repouso: A primeira medida no tratamento da tendinite nos tornozelos é evitar a atividade que está causando a inflamação nos tendões. O repouso permite que os tendões descansem e se recuperem, reduzindo a carga de trabalho sobre eles e promovendo a cicatrização dos tecidos afetados.

Aplicação de gelo: A aplicação de gelo na região inflamada ajuda a diminuir o inchaço, reduzir a circulação sanguínea local e aliviar a dor. O gelo deve ser aplicado em intervalos regulares, por curtos períodos de tempo, para evitar lesões de frio na pele.

Medicamentos: Analgésicos e anti-inflamatórios não esteroides, como ibuprofeno ou naproxeno, podem ser prescritos pelo médico para aliviar a dor e reduzir a inflamação dos tendões. É importante seguir a dosagem recomendada pelo profissional de saúde.

Fisioterapia: A fisioterapia é essencial na reabilitação do tornozelo com tendinite. O fisioterapeuta utiliza técnicas específicas para fortalecer os músculos ao redor do tornozelo, melhorar a mobilidade e a flexibilidade, além de aplicar terapias para reduzir a dor e a inflamação.

Imobilização: Em casos mais graves de tendinite, pode ser necessário imobilizar o tornozelo com o uso de tala, órtese ou bota. A imobilização ajuda a proteger os tendões e permite uma melhor recuperação, evitando movimentos que poderiam piorar a inflamação.

Cirurgia: Em situações raras em que o tratamento conservador não é eficaz ou quando os tendões estão gravemente danificados, a cirurgia pode ser considerada. A intervenção cirúrgica visa reparar os tendões e pode ser seguida por um período de reabilitação para a recuperação completa do tornozelo.

Dicas adicionais tendinite nos tornozelos

  • para lidar com a tendinite nos tornozelos:

Alongamento e aquecimento: Antes de praticar qualquer atividade física que envolva o uso do tornozelo, é importante realizar alongamentos adequados e um aquecimento adequado para preparar os músculos e tendões para a atividade.

Fortalecimento muscular: Trabalhar o fortalecimento dos músculos ao redor do tornozelo pode ajudar a dar suporte aos tendões e reduzir o risco de lesões. Exercícios específicos recomendados por um fisioterapeuta podem ajudar a melhorar a estabilidade do tornozelo.

Evite atividades de impacto: Se estiver enfrentando uma tendinite, evite atividades que coloquem muita pressão no tornozelo, como corridas ou saltos. Opte por atividades de baixo impacto, como natação ou ciclismo, enquanto se recupera.

Use calçados adequados: Certifique-se de usar calçados adequados e confortáveis que ofereçam suporte ao arco do pé e amortecimento para reduzir o estresse nos tendões durante a atividade física e no dia a dia.

Moderação: Evite exagerar nas atividades físicas e permita tempo para descanso e recuperação entre os exercícios. Escute o seu corpo e respeite os sinais de dor ou desconforto.

Gelo após atividades: Após a prática de atividades físicas, mesmo que leves, aplique gelo na região do tornozelo por cerca de 15 a 20 minutos para reduzir a inflamação e aliviar o desconforto.

Elevation: Elevar o tornozelo quando estiver em repouso pode ajudar a reduzir o inchaço, pois ajuda a drenar o excesso de fluidos da área afetada.

Não ignore a dor persistente: Se a dor no tornozelo persistir ou piorar mesmo após repouso e medidas caseiras, procure um profissional de saúde para avaliação adequada e tratamento adequado.

Lembre-se de que cada pessoa é única, e as recomendações podem variar dependendo da gravidade da tendinite e das necessidades individuais. É sempre melhor consultar um profissional de saúde para obter um diagnóstico preciso e um plano de tratamento personalizado para lidar com a tendinite nos tornozelos da melhor forma possível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias de Esporte & Saúde e bem estar

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Aviso: o site usa cookies que contem informações de rastreamento aos visitantes.