Exercícios

Treino Funcional emagrece oque é como fazer.

O o treino funcional nos conduz a um método de condicionamento físico inovador e eficaz. 

Ao invés de focar apenas em músculos isolados, esse estilo de treinamento visa aprimorar a capacidade do corpo de executar movimentos práticos e naturais.

O treinamento funcional se baseia na ideia de que a funcionalidade é essencial para a qualidade de vida.

 Nesta abordagem, exploraremos os fundamentos, benefícios e exemplos de exercícios que fortalecem não apenas os músculos, mas também as atividades do dia a dia.

Os Fundamentos do treino funcional

Os fundamentos do treinamento funcional baseiam-se em uma abordagem de fitness que se afasta das práticas tradicionais de isolamento muscular e se concentra em movimentos que imitam as atividades do mundo real.

  • Vamos explorar esses fundamentos em detalhes:

 Movimentos Naturais e Integrados: O treinamento funcional enfatiza movimentos que replicam as ações que realizamos no dia a dia, como agachar, levantar, empurrar, puxar e torcer.

 Estabilidade e Equilíbrio: O treinamento funcional visa melhorar a estabilidade e o equilíbrio do corpo.

 Os exercícios são projetados para envolver múltiplas articulações e músculos, o que fortalece as estruturas de suporte e ajuda a prevenir lesões.

 Core Forte: O core, que engloba os músculos abdominais, lombares e pélvicos, é fundamental no treinamento funcional. 

Um core forte não apenas melhora a postura, mas também atua como um centro de energia para muitos movimentos funcionais.

 Adaptação a Diferentes Níveis de Condicionamento: Uma das vantagens do treinamento funcional é sua adaptabilidade. 

Os exercícios podem ser ajustados para atender a pessoas de diferentes idades, níveis de condicionamento físico e objetivos, tornando-o acessível a uma ampla gama de indivíduos.

Melhoria da Mobilidade e Flexibilidade: Ao trabalhar com uma variedade de movimentos, o treinamento funcional ajuda a melhorar a mobilidade das articulações e a flexibilidade dos músculos, permitindo uma amplitude de movimento mais ampla e confortável.

 Prevenção de Lesões: Ao fortalecer os músculos que suportam os movimentos do corpo, o treinamento funcional pode ajudar a reduzir o risco de lesões em atividades diárias e esportivas.

Transferência para Atividades Cotidianas: O treinamento funcional tem uma transferência direta para as atividades da vida diária.

 As melhorias em movimentos funcionais, como levantar objetos, subir escadas ou realizar tarefas domésticas, podem tornar essas atividades mais fáceis e eficientes.

 Integração Mental e Física: O treinamento funcional frequentemente requer coordenação entre diferentes partes do corpo e também entre o corpo e a mente. 

Propósito do Treinamento Funcional:

O treinamento funcional tem uma série de propósitos e benefícios  Vamos explorar seu propósito e sua aplicabilidade para diferentes grupos:

Propósito do Treinamento Funcional: O treinamento funcional serve para melhorar a funcionalidade geral do corpo, capacitando-o a executar movimentos práticos com mais eficácia, segurança e eficiência.

Ele se concentra em padrões de movimento naturais, em vez de apenas isolar músculos específicos. Os principais objetivos incluem melhorar a estabilidade, o equilíbrio, a mobilidade, a coordenação, a força e a resistência de maneira integrada.

Para Quem é o Treinamento Funcional:

O treinamento funcional é adequado para diversos grupos de pessoas:

Iniciantes: Pessoas que estão começando a se exercitar podem se beneficiar do treinamento funcional, pois ele pode ser adaptado para atender a diferentes níveis de condicionamento físico.

Atletas: Atletas podem usar o treinamento funcional para melhorar sua performance esportiva, uma vez que ele enfatiza a coordenação, o equilíbrio e a transferência direta para movimentos esportivos específicos.

Indivíduos em Reabilitação: O treinamento funcional é frequentemente usado em programas de reabilitação, pois permite a recuperação de lesões ao desenvolver a estabilidade e fortalecer músculos de suporte.

Pessoas com Metas de Perda de Peso: O treinamento funcional, ao incorporar exercícios de corpo inteiro e alta intensidade, pode ajudar na queima de calorias e na melhoria do condicionamento cardiovascular.

Adultos Mais Velhos: O treinamento funcional pode melhorar a força, o equilíbrio e a mobilidade em adultos mais velhos, contribuindo para a independência e a qualidade de vida.

Qualquer Pessoa em Busca de Desenvolvimento Físico Integral: Aqueles que desejam um abordagem de treinamento holística que abrange diversos aspectos do condicionamento físico e promove a funcionalidade em todas as áreas da vida podem se beneficiar com o treinamento funcional.

Aquecimento e Alongamento Adequados no Treino Funcional 

O aquecimento e o alongamento desempenham papéis cruciais no treinamento funcional, preparando o corpo de maneira abrangente para os movimentos dinâmicos e desafiadores desse estilo de exercício.

Aqui está como eles contribuem e sua importância específica:

Aquecimento:

Ativação Muscular: O aquecimento consiste em movimentos leves, como caminhada rápida ou saltos suaves, que aumentam o fluxo sanguíneo para os músculos. Isso ativa gradualmente as fibras musculares, melhorando a eficácia do treino funcional.

 Elevação da Temperatura Corporal: O aquecimento aumenta a temperatura do corpo, o que resulta em uma maior flexibilidade das fibras musculares e uma melhor reação das enzimas envolvidas no metabolismo energético.

Aumento da Circulação Sanguínea: O aquecimento eleva a temperatura corporal, o que dilata os vasos sanguíneos e aumenta o fluxo de sangue para os músculos, preparando-os para o esforço físico

Estímulo Nervoso: Movimentos leves no aquecimento estimulam os nervos, melhorando a comunicação entre o sistema nervoso e os músculos, resultando em respostas mais rápidas e eficientes.

 Prevenção de Lesões: O aquecimento reduz o risco de lesões, já que os músculos, articulações e ligamentos estão mais preparados para os movimentos exigidos pelo treinamento funcional.

Alongamento:

 Amplitude de Movimento: O alongamento melhora a flexibilidade, permitindo uma maior amplitude de movimento nas articulações, o que é crucial para os movimentos variados do treinamento funcional.

Redução de Tensões Musculares: O alongamento alivia a tensão acumulada nos músculos, o que facilita a execução dos movimentos e diminui a probabilidade de desconforto muscular.

 Prevenção de Lesões: Músculos e tendões flexíveis são menos suscetíveis a lesões, já que podem se adaptar melhor a movimentos inesperados ou mais intensos.

 Melhoria da Postura: O alongamento ajuda a corrigir desequilíbrios musculares e melhorar a postura, fundamentais para a execução adequada dos movimentos funcionais.

 Relaxamento e Foco: O alongamento também tem um componente de relaxamento, que ajuda a reduzir o estresse e a aumentar a concentração antes do treino.

Treino funcional

Lembre-se de que a intensidade, o volume e os exercícios podem variar com base na capacidade individual, portanto, adapte as tabelas de acordo com suas necessidades e progresso.

Treino Funcional para Iniciantes:

Dia da SemanaExercício 1Exercício 2Exercício 3Exercício 4
SegundaAgachamento com Peso CorporalPrancha FrontalFlexões de JoelhoElevações de Perna
QuartaLevantamento de Peso MortoPrancha Lateral (ambos os lados)AbdominaisAgachamento com Salto
SextaFlexões de BraçoRemada com HalteresPrancha FrontalEscalada em Corda Fictícia

Treino Funcional Intermediário:

Dia da SemanaExercício 1Exercício 2Exercício 3Exercício 4
SegundaAgachamento com Peso CorporalPrancha com RotaçãoFlexões de JoelhoElevações de Perna
QuartaLevantamento de Peso MortoPrancha Lateral (ambos os lados)AbdominaisAgachamento com Salto
SextaFlexões de Braço com RotaçãoRemada com HalteresPrancha FrontalEscalada em Corda Fictícia

Treino Funcional Avançado:

Dia da SemanaExercício 1Exercício 2Exercício 3Exercício 4
SegundaAgachamento com Peso CorporalPrancha com RotaçãoFlexões de Braço com RotaçãoElevações de Perna
QuartaLevantamento de Peso MortoPrancha em SuspensãoAbdominais SuspensosAgachamento com Salto
SextaFlexões de Braço com PesoRemada com HalteresPrancha Frontal com PesoEscalada em Corda Fictícia

Ativação Muscular em Exercícios Funcionais

Grupo MuscularExercícioPrincipais MovimentosFunção Muscular
CorePrancha FrontalEstabilizaçãoEstabiliza a coluna vertebral e o tronco
QuadrícepsAgachamento com Peso CorporalAgachamentoExtensão do joelho e sustentação durante o movimento
GlúteosLevantamento de Peso MortoLevantamentoExtensão do quadril e estabilização da pelve
DorsaisRemada com HalteresTraçãoPuxa os braços em direção ao tronco
PeitoraisFlexões de BraçoEmpurrãoEmpurra o corpo para cima a partir da posição horizontal
AbdômenAbdominaisFlexão do troncoCurva o tronco para frente
Músculos EstabilizadoresPrancha LateralEstabilizaçãoMantém o corpo alinhado e estável
Glúteos MedianosAgachamento com SaltoSalto verticalContribui para o impulso no salto
Músculos DorsaisEscalada em Corda FictíciaMovimentos suspensosEngaja os músculos das costas durante a tração

Esta tabela ilustra alguns exemplos de exercícios funcionais e os grupos musculares principais que são ativados durante a execução desses movimentos.

Treino funcional emagrece

Sim, o treino funcional pode ser eficaz para emagrecer, especialmente quando combinado com uma alimentação saudável e um estilo de vida ativo.

O treinamento funcional envolve uma abordagem dinâmica que trabalha vários grupos musculares ao mesmo tempo, o que pode aumentar a queima de calorias e o gasto energético durante e após o treino.

Aqui estão algumas maneiras pelas quais o treino funcional pode contribuir para a perda de peso:

Queima de Calorias: Os exercícios funcionais muitas vezes envolvem movimentos compostos e intensos, o que pode aumentar a taxa metabólica e resultar em maior queima de calorias durante o treino.

Treino de Alta Intensidade: Muitos treinos funcionais incorporam princípios de treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT), que são conhecidos por promover a queima de gordura e aumentar o metabolismo.

Desafio Cardiovascular: Muitos exercícios funcionais também têm um componente cardiovascular, melhorando a capacidade aeróbica e a resistência, o que contribui para a perda de peso.

Estímulo Muscular: O treinamento funcional ajuda a desenvolver músculos magros, que têm um metabolismo basal mais elevado e podem continuar queimando calorias mesmo em repouso.

Maior Gasto Calórico Pós-Treino: A intensidade e a diversidade dos exercícios funcionais podem resultar em um maior gasto calórico após o treino, devido ao efeito do excesso de consumo de oxigênio pós-exercício (EPOC).

Melhoria do Condicionamento Geral: Um melhor condicionamento físico significa que você pode se exercitar por mais tempo e de forma mais intensa, o que, por sua vez, contribui para a queima de calorias.

Observação

É importante notar que a perda de peso também depende da dieta, do equilíbrio calórico e de outros fatores individuais, como metabolismo e genética.

O treinamento funcional pode ser uma ferramenta valiosa para auxiliar na perda de peso, mas é recomendável combiná-lo com uma abordagem abrangente que inclua alimentação saudável e hábitos de vida equilibrados. 

Consultar um profissional de saúde ou um treinador pessoal pode ajudar a criar um programa personalizado que atenda às suas metas de perda de peso de maneira segura e eficaz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias de Esporte

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Aviso: o site faz uso de cookies que contem informações de rastreamento sobre os visitantes.