Notícias de Musculação

Supino reto: Dicas para evitar lesões – treino seguro.

O supino reto é um exercício de treinamento de força amplamente conhecido e praticado, que tem como foco principal o desenvolvimento dos músculos do peitoral, ombros e tríceps.

É realizado deitado em um banco horizontal, segurando uma barra com pesos e realizando movimentos de empurrar e estender os braços.

Este exercício é popular entre os praticantes de musculação devido à sua eficácia em promover o crescimento e a força dos músculos do peitoral, contribuindo para uma aparência estética do tórax. 

Além disso, o supino reto também recruta os músculos dos ombros e tríceps, proporcionando um treino completo para a parte superior do corpo.

Desenvolvimento do peitoral: O supino reto é um dos exercícios mais eficazes para fortalecer e desenvolver os músculos do peitoral, incluindo o peitoral maior e o peitoral menor. Ele ajuda a aumentar a definição e o volume muscular nessa região.

Trabalho dos músculos do ombro e tríceps: Além do peitoral, o supino reto também recruta os músculos deltoides (ombros) e tríceps, sendo um exercício composto que promove o desenvolvimento equilibrado desses grupos musculares.

Aumento da força no tronco superior: O supino reto é um exercício de carga pesada que demanda força e estabilidade no tronco superior. Ao praticá-lo regularmente, você fortalece os músculos estabilizadores do core, o que pode beneficiar a sua capacidade em outros exercícios e atividades diárias.

Estímulo para a liberação de hormônios anabólicos: O supino reto é um exercício intenso que pode promover a liberação de hormônios anabólicos, como a testosterona, que são importantes para o crescimento muscular e a recuperação pós-treino.

Melhora do desempenho esportivo: A força e a potência desenvolvidas no supino reto podem ter um impacto positivo no desempenho em vários esportes, como levantamento de peso, arremesso, empurrões e outras atividades que exigem força do tronco superior.

Músculos trabalhados no supino reto:

  • Identificando os grupos musculares envolvidos durante a execução do exercício.

O supino reto é um exercício composto que recruta vários grupos musculares em diferentes graus de envolvimento. Os principais músculos trabalhados durante a execução do supino reto incluem o peitoral maior (principalmente a porção esternal), os deltoides anteriores (músculos do ombro), o tríceps braquial (parte posterior do braço) e os músculos estabilizadores do core.

Além disso, músculos secundários, como os músculos do tríceps lateral e os músculos estabilizadores da escápula e do manguito rotador, também podem ser ativados durante o exercício.

Como fazer o supino reto

Nível de ExperiênciaExercícioSériesRepetiçõesIntervalo entre Séries
InicianteSupino Reto310-121-2 minutos
IntermediárioSupino Reto48-101-2 minutos
AvançadoSupino Reto56-81-2 minutos

A técnica correta do supino reto é essencial para maximizar os benefícios do exercício e evitar lesões. Aqui estão algumas orientações passo a passo para realizar o supino reto adequadamente:

Supino Reto – Execução Correta para Iniciantes, Intermediários e Avançados:

Nível Iniciante:

  • Posição Inicial:
  • Deite-se em um banco reto com os pés firmemente apoiados no chão.
  • Posicione os pés na largura dos ombros ou um pouco mais afastados.
    • Mantenha os ombros e a parte superior das costas apoiados no banco.
  • Empunhadura:
  • Pegue a barra com as mãos em uma pegada um pouco mais larga que a largura dos ombros.
  • Os polegares devem estar envolvendo a barra e os outros dedos a seguram por baixo.
  • As palmas das mãos devem estar voltadas para frente (pegada pronada).

Descida da Barra:

  • Lentamente, abaixe a barra em direção ao peito, controlando o movimento.
  • Mantenha os cotovelos em um ângulo de cerca de 45 graus em relação ao corpo.
  • A descida deve ser controlada, evitando movimentos bruscos.
  • Posição Mais Baixa:
  • A barra deve estar próxima ao peito, mas sem tocar nele.
  • Mantenha o core contraído para estabilizar o corpo.

Impulso e Subida da Barra:

  • Pressione a barra para cima com força, estendendo completamente os braços.
  • Empurre a barra em um movimento controlado e uniforme.

Respiração:

  • Inspire profundamente enquanto abaixa a barra em direção ao peito.
  • Expire durante a subida, empurrando a barra para cima.

Nível Intermediário:

A execução é similar à dos iniciantes, mas os intermediários podem trabalhar com cargas mais pesadas e devem enfatizar a contração muscular em cada fase do movimento.

Nível Avançado:

Os avançados podem realizar o Supino Reto com técnicas mais avançadas e considerando os seguintes pontos:

Contração Muscular:

  • Ao descer a barra, mantenha os músculos do peitoral e dos tríceps bem contraídos.
  • Na subida, concentre-se em contrair os músculos do peitoral para potencializar o movimento.

Variação na Pegada:

  • Os avançados podem experimentar diferentes variações de pegada, como a pegada fechada (com as mãos mais próximas) ou a pegada larga (com as mãos mais afastadas).
  • Essas variações podem enfatizar músculos diferentes e adicionar mais desafios ao exercício.

Controle do Tempo:

  • Os avançados podem adotar uma técnica chamada “tempo sob tensão”, que consiste em diminuir o ritmo da subida e da descida da barra para aumentar a intensidade do exercício.

Supino com Halteres:

  • Uma variação avançada é realizar o Supino Reto com halteres em vez de uma barra, o que pode envolver mais os músculos estabilizadores.

Lembrando sempre de utilizar uma carga adequada para cada nível de experiência, manter uma postura adequada e realizar o exercício de forma controlada e segura.

Nível de CondicionamentoExercícioMúsculos AtivosCalorias Queimadas por Minuto (aprox.)
InicianteSupino RetoPeitoral (Maior e Menor), Ombros, Tríceps5-6 calorias
    
IntermediárioSupino RetoPeitoral (Maior e Menor), Ombros, Tríceps6-7 calorias
    
AvançadoSupino RetoPeitoral (Maior e Menor), Ombros, Tríceps, Core7-8 calorias
    

Lembrando que a queima de calorias pode variar de pessoa para pessoa, dependendo do peso corporal, intensidade do exercício e outros fatores individuais. O Supino Reto é um exercício eficaz para fortalecer os músculos do peitoral, ombros e tríceps.

O treinamento progressivo é essencial no supino reto

O treinamento progressivo é essencial no supino reto para garantir o desenvolvimento contínuo da força e massa muscular. 

A progressão gradual de cargas é fundamental para estimular os músculos de forma progressiva e evitar a estagnação dos resultados.

Algumas estratégias para aumentar a intensidade do exercício ao longo do tempo incluem:

  • Aumentar o peso da barra de forma progressiva, respeitando sua capacidade e mantendo a técnica adequada.
  • Realizar mais repetições com a mesma carga, buscando a falha muscular controlada.
  • Diminuir o tempo de descanso entre as séries para aumentar a demanda cardiovascular e muscular.
  • Explorar técnicas avançadas, como o supino com pausa, supino com amplitude total ou supino com correntes ou elásticos para adicionar variedade e estímulo adicional aos músculos.

Prevenção de lesões no supino reto:

  • Dicas e cuidados para evitar lesões comuns relacionadas à prática do supino reto.

A prevenção de lesões é fundamental ao realizar o supino reto. Aqui estão algumas dicas e cuidados para evitar lesões comuns relacionadas à prática do exercício:

  • Aquecimento adequado: Antes de iniciar o supino reto, aqueça os músculos com exercícios cardiovasculares leves e alongamentos dinâmicos para preparar o corpo para o treino.

Técnica correta: Mantenha uma postura adequada, mantendo os pés apoiados no chão, os ombros pressionados contra o banco e os cotovelos próximos ao corpo durante o movimento. Evite arquear as costas ou levantar os ombros.

Progressão gradual: Aumente a carga de forma gradual, respeitando seus limites de força e técnica. Não exagere no peso, pois isso pode comprometer a forma correta de execução e aumentar o risco de lesões.

Spotter (parceiro): Sempre que possível, tenha um parceiro para auxiliar no levantamento da barra em caso de fadiga ou dificuldade. Um spotter pode ajudar a garantir a segurança durante o exercício.

Controle do movimento: Execute os movimentos de forma controlada, evitando impulsionar a barra com balanço excessivo ou realizar movimentos bruscos que possam colocar pressão indevida nas articulações.

Descanso e recuperação: Dê ao seu corpo tempo suficiente para se recuperar entre os treinos de supino reto. O descanso adequado é essencial para evitar lesões por sobrecarga.

Variação de exercícios: Não se limite apenas ao supino reto. Inclua variações como o supino inclinado, declinado, com halteres ou com máquinas para distribuir a carga de forma diferente e reduzir a sobrecarga em áreas específicas.

Conclusão:

O supino reto é um exercício altamente eficaz para desenvolver força e massa muscular no peitoral, ombros e tríceps. Executá-lo corretamente é fundamental para maximizar seus benefícios e evitar lesões.

Certifique-se de ter uma postura adequada, empunhadura correta e movimentos controlados.

Progressão gradual de cargas, descanso adequado e atenção à técnica são essenciais para obter resultados seguros e eficazes. Consultar um profissional de educação física é recomendado para orientação individualizada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias de Esporte

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Aviso: o site faz uso de cookies que contem informações de rastreamento sobre os visitantes.